quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

QUANTO TEMPO VOCÊ AINDA TEM?




Caro amigo você já parou para pensar no Tempo? Tempo no sentido cronológico. Já percebeu que o tempo, dádiva irretroativa em parcela única que Deus nos deu, não volta nunca mais? O instante em que você leu as primeiras letras desse texto, nunca mais voltará na sua vida. Já percebeu que, embora o relógio dê inúmeras voltas pelo mesmo lugar, é como se ele fizesse esse movimento em forma espiral? Que, de fato ele nunca mais passará pelo mesmo lugar, ou seja, pelo mesmo dia, mês e ano? Você já deve ter visto alguém por ai, no dia a dia, enganando, mentindo, roubando. Muitas vezes atrás de um título, de uma profissão privilegiada, atrás de uma tela de computador numa sala de bate papo, ofendendo, aborrecendo, enfim, usando o precioso tempo para viver mascarado àquilo que ele nunca será. Se você pensar bem, o amor perdido pode ser recuperado, o dinheiro perdido pode ser ganho novamente, o objeto perdido pode ser resgatado, os bens, as casas, os carros, as amizades, até mesmo Deus, quando o perdemos em razão do pecado, podemos achá-lo novamente pela sua infinita misericórdia. Mas caro amigo, o Tempo nunca mais volta. Aquele instante que você perdeu sem fazer novas amizades, sem alimentar um faminto, sem ajudar ao necessitado. Aquele tempo que você perdeu sem dizer “eu te amo” a alguém que você ama de verdade.


Quero dizer que, não ha mais tempo de perdermos tempo. Acorde para a vida! Senão você olhará no espelho mais tarde e se sentirá traído, pois o tempo passou, te modificou e você não fez nada. Senão você verá o tempo passar e será apenas mais um na lista do IBGE, dos aposentados do INSS, será apenas mais um na multidão. Faça aquilo que estiver ao seu alcance, faça o bem, lute por seus sonhos, seus objetivos. Coloque-se diante de Deus e diga “eis me aqui Senhor, quero aproveitar meu tempo!”. Busque em Deus a Sua vontade, não perca mais tempo procurando a felicidade por caminhos materiais deste mundo, aqui não há, pois, como haveria se o príncipe deste mundo é infeliz por perder sua glória? Ele te dá umas horas de alegria e te cobra o dobro em tristeza e arrependimento. Não deixe para amanhã, lute, faça acontecer. Não basta ser, é preciso fazer, pois é no fazer que demonstramos aquilo que somos, ao menos na maneira como fazemos.


Quanto tempo você ainda tem até que tudo se acabe? Quanto tempo você já viveu? O que você fez? Perdeu seu tempo? Pense nisso!



Nenhum comentário:

Postar um comentário