quinta-feira, 22 de abril de 2010

Criminalista: a voz dos direitos legais do acusado

É o advogado criminalista que compõe a ordem dos sujeitos predestinados a mais dolorosa e pungente profissão. Seja o criminalista venerado por todos os homens de bem, porque estes sempre lhe deverão a honra da conservação e defesa do mais valioso de seus bens, depois da vida: a liberdade. Alfredo Tranjan, citando Viviani, discursou:

O que faz a grandeza de nossa profissão é que, quando abraçamos uma causa justa, nós a defendemos contra a ignorância da multidão, contra a paixão do povo, contra a tirania dos poderosos. O advogado é o primeiro homem acima de todos, em volta de nós, capaz de fazer ouvir, mesmo acima dos clamores da multidão, as palavras de justiça e verdade” (A Beca Surrada, 1994, p. 309)

Talvez o maior exemplo histórico de bravura desta amada profissão, foi o de Malesherbes, um dos três defensores de Luís XVI de França, diante de um tribunal preparado para mandar o acusado e seus defensores para a guilhotina, assim bradou:

"Trago a este Tribunal a verdade e a minha cabeça, podem dispor da minha cabeça mas terão que ouvir primeiramente a verdade".

Ele foi morto, mas ouviram a verdade!

A advocacia criminal, de fato, é linda e perfeita na teoria. Na prática é dor e sofrimento. Só os predestinados a vivem. Ser advogado criminal é ser mais passional que profissional.

10 comentários:

  1. Amor,

    Tenho observado seu crescimento, digo isso não apenas no campo do Direito, mas especialmente como ser humano. Você tem adquirido com seu esforço, muito mais do que conhecimento, tem se tornado um sábio, uma pedra preciosa que ao ser lapidada está alcançando imensurável valor. Parabéns pela sua garra, mas principalmente pelo amor que aplica em todas as áreas de sua vida. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá Ero!
    Agradeço pela sua postagem.
    Esteja a vontade para comentar, criticar, fazer perguntas ou acrescentar algo.

    Um abraço,

    Mauricio.

    ResponderExcluir
  3. Tenho interesse na história de Malesherbes desde que li Salão dos Passos Perdidos de Evandro Lins e Silva.
    Gosto muito dessas histórias de criminalistas (porque atuo apenas nessa àrea), mas essa me chamou bastante a atenção.
    Saberia indicar algum outro livro sobre esse advogado? Ou algum texto na internet?

    ResponderExcluir
  4. Queria registrar também o meu blog:
    www.blogampladefesa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Caro Diogo,

    seu blog está registrado e pode ter certeza de que o visitarei sempre.

    Em relação ao grande Malesherbes, não sei de nenhum livro específico dele ou sobre ele. Considero que a literatura nessa área é meio precária. Procuro há muito "a defesa tem a palavra" de Evandro L. e Silva, mas não há para vender, nem em sebos. Tudo o que li sobre Malesherbes foram textos esparsos em livros e escritos na Web. Conheci sua história no livro "Tributo aos Advs. Criminalistas", de Carlos Biasoti. Dai, sempre que encontro algo sobre ele, me atento em ler.

    Um grande abraço e seja sempre bem vindo.

    Mauricio.

    ResponderExcluir
  6. OLA,TUDO BEM?
    GOSTARIA DE SABER QUE DIREITOS EU TENHO NO CASO DE TER CONTRATADO UM ADVOGADO PARA LIBERTAR MEU FILHO E TER PAGO ADIANTADO UMA QUANTIA GRANDE,MAS DETALHES, ELEFOI SOLTO, NAO POR INTERVENÇAO DESTE ADVOGADO.NESSE CASO, EU PODERIA PEDIR MEU DINHEIRO DE VOLTA OU APENAS UMA PORCENTAGEM DO QUE PAGUEI?
    AGRADEÇO DESDE JA ATENÇAO.
    ABRAÇOS
    JACKY

    ResponderExcluir
  7. Oi Jacky, comigo tudo bem e com você?

    Primeiro é preciso saber se você pagou apenas pelo relaxamento da prisão ou pedido de liberdade, ou se houve uma contratação em relação a toda defesa de seu filho, pois, mesmo ele tendo sido solto (como em regra acontece) ele poderá enfrentar um processo crime. Se foi apenas em relação à prisão dele, procure saber se o advogado fez o trabalho, mesmo não dependendo dele para a liberdade de seu filho, ou seja, se de fato ele entrou com pedido de liberdade, relaxamento de prisão, habeas corpus etc.
    Se ele realmente nada fez o melhor é você sentar-se com ele e negociar uma possível devolução ou, contratar para os serviços que virão descontando o valor já pago.
    Por fim, o que é muito importante, sempre quando da contratação de um profissional é a elaboração de um contrato de prestação de serviços, coisa simples mas que dará segurança para ambos.
    De posse dessas informações, me escreva novamente para uma opinião mais específica.

    Desde já agradeço pela participação.

    Um abraço,

    Mauricio

    ResponderExcluir
  8. Prezado DR.
    Poderia por favor esclarecer uma dúvida?
    Meu amigo foi condenado a 2 anos 11 meses e 11 dias multa, já cumpriu 11 meses,na provisória, quanto tempo ele tem que cumprir para poder pedir o Semi Aberto?

    ResponderExcluir
  9. Na verdade, ele já deveria estar no Aberto.

    ResponderExcluir